O DEUS QUE AGE NA COMUNIDADE

Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles”. Mateus 18:20

Este texto, nos remete a algo muito importante: a vida em comunidade.

Aliás, esta é a tônica do Evangelho: a reconciliação, o encontro, o relacionamento e a vida comunal.

A Igreja somos nós, mas não na individualidade.

Jesus, em seus ensinamentos reforça esta ideia, quando fala  da importância do amor ao próximo.

Próximo não é apenas àquele que está perto, mas todos os nossos semelhantes.

Não se refere simplesmente a uma proximidade afetiva, pois o próximo pode ser um desconhecido, como na Parábola do Bom Samaritano.

Próximo fala de continuidade, pois precisamos amar e ajudar o “próximo da fila”, e o  próximo, e o próximo…

Em sua oração sacerdotal (João 17), Jesus declara a sua unidade com o Pai e roga para que os discípulos vivessem a mesma realidade, mostrando que a unidade não é apenas algo esperado, mas deve ser o estilo de vida da Igreja.

Jesus, em muitas situações, destacou a importância de agirmos em conjunto:

– Ele disse: “Dai-lhe vós  de comer” antes de multiplicar os Pães e peixes;

– Enviou setenta discípulos para evangelizar de 2 em 2;

– Ordenou para que ficassem juntos, aguardando o derramamento do Espírito Santo.

Quando Jesus morreu, os discípulos ficaram abatidos e desanimados, mas não sucumbiram, sabe porquê?

-Eles estavam juntos!

Nenhuma obra legítima e grande, no sentido pleno da palavra, resulta apenas do trabalho de uma pessoa.

O próprio Deus declarou em Gênesis: “não é bom que o homem esteja só”.

Somos resultado dos nossos encontros, alianças e relacionamentos.

Todo contato com o outro gera mudanças, e isto pode ser positivo ou negativo, depende do que cada um carrega no coração:


“O homem bom tira coisas boas do bom tesouro que está em seu coração, e o homem mau tira coisas más do mal que está em seu coração, porque a sua boca fala do que está cheio o coração”. Lucas 6:45

Share

Pastor do Projeto Vida Nova do Méier – RJ.

Recent Sermons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *